sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Democracia / Demagogia ou não

Uma democracia é constituída, por várias opções credíveis, tendo sempre a abstenção, como entrave.
O mundo mudou, com novos horizontes, políticos e sociais, novas batalhas de sobrevivência.
Esquecido mas não mudou, é o sentido da palavra “credibilidade”.
Da igualdade, teremos que compreender, que só é consistente, na igualdade de oportunidades, porque no valor das diferenças encontramos, a vontade de evoluir e superar.
Dito isto, podemos nos voltar para o patriotismo, conservando as nossas raízes e consolidando pilares estratégicos, para a sobrevivência nacional.
Mas como estado de direito, teremos que assumir, compromissos assinados, encarando a UE, como uma parceria, sem perdermos a identidade.
Neste conjunto de ideias, teremos que rever, todo o panorama político português e tentar encontrar, aquele que mais se enquadra, nas necessidades nacionais.
Portugal sem líderes de relevo, esquecendo os parâmetros “direita, esquerda” necessita de encontrar consensos, para governar, só possível, se em cada parte, se mantenha solidez interna…
Muita água vai correr, até as próximas legislativas, mas com militância em segundo plano, devemos começar a analisar, tem sempre um “mal menor”
Sempre português
VitalBicho