quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

8 Anos de VitalBicho E Portugal

No último Ano, escrevendo menos, mas não perdendo o sentido crítico
A situação do País mudou, longe da plenitude, mas melhoramos substancialmente, como nação.
Depois de no anterior governo, na maioria dos casos, por opções, termos sido despojados de alicerces fundamentais, para a soberania, tanto em valores sociais, como patrimoniais, não obstante da necessidade, de medidas extraordinárias e de austeridade, não foi precavido, a dignidade de Portugal, como Estado de Direito.
No último Ano vivemos, com as dificuldades inerentes e as diferenças ideológicas acentuadas, por um caminho mais português e humanitário, conseguindo objectivos substanciais, pode não ser o caminho, mas é o princípio.
Após longo tempo, temos um verdadeiro, Presidente da Republica, longe da prepotência injustificada, de Cavaco, das gafes e da vergonha, que os verdadeiros portugueses sentiam, das troças e risadas, que provocava, aos menos atentos, ou incrédulos.
A situação actual deixa fraco valor de crítica, não obstante a oposição, fraca e confusa, sem um caminho de renovação…
Temos um caminho árido, podemos no essencial, seguir uma Europa, que necessita de mudanças, mas primeiro terá que ser sempre Portugal, a nossa identidade, o respeito por as nossas diferenças, nos trará a igualdade de oportunidades.
Sempre português
VitalBicho

 VitalBicho E Portugal- Google +
Comentários das notícias dos jornais e diversos