sábado, 24 de dezembro de 2016

2016 O radicalismo está na oposição

2016 a chegar ao fim, com pouco mais de um Ano, de governo, muitas diferenças se acentuaram e penso que alguns, dos comuns portugueses, não querem admitir, que algo já foi feito, no teor humanitário e nacional, não aceitam, por despeito, ou por a velha convicção, de Direita/Esquerda. 
Nunca podemos esquecer, que somos portugueses, do nosso passado, conciliando com o futuro, não sou o defensor, deste governo e muito menos, dos ideais, de alguns dos partidos, que o apoiam, mas os resultados são positivos, até a data, os sentimentos e a verdade, são mais fortes, que o idealismo, ou militância, hoje respira-se, mais Portugal. 
Nestas linhas, não posso deixar em branco, o papel importante e benéfico, do Sr. Presidente da Republica, por vezes criticado, por fanatismos, esquecendo o seu contributo e dedicação, por o outrora, PPD/PSD, mas a primazia do Sr. Professor Marcelo, tem demonstrado ser, Portugal e os portugueses. 
Aos mais incrédulos, recordo, a falha de todas as previsões, maleitas. 
Revejam as raízes, não o que a oposição se tornou e como governou, cabe aos militantes, seguir esta matriz, ou reorganizarem-se, por Portugal Democrático. 
O radicalismo, de momento, encontra-se na oposição. 
Sempre português 
VitalBicho

 VitalBicho E Portugal- Google +
Comentários das notícias dos jornais e diversos